Aprender a Poupar na Alimentação – os meus “truques”

A nossa alimentação é uma parte fundamental da nossa saúde, mas isto não significa de não conseguimos poupar nela. Poupar na alimentação não significa que devemos comer menos nem que devemos evitar certos alimentos, mas sim escolher a melhor altura para os comprar e escolher a quantidades corretas.

Poupar na alimentação

Com isto quero dizer que não devemos comprar alimentos caros e pagar na totalidade quando existem disponíveis milhares de descontos em dezenas de supermercados diferentes. Um erro comum que as pessoas cometem com descontos é que quando encontram alguma coisa em promoção ou com desconto compram em grandes quantidades. Como resultado enchem a casa com produtos desnecessários que provavelmente estão prestes a expirar a sua validade. Não vão conseguir consumir estes produtos e acabaram por gastar mais do que o deviam, em produtos totalmente supérfluos.

Os descontos são para aproveitar? Sim, claro que são!

Mas devem ser aproveitados corretamente, ou seja, deve procurar os descontos que precisa e comprar os produtos selecionados nas quantidades que precisa. Nunca compra produtos que não precisa só porque estão em promoção.

A planificação é uma grande parte de extrema importância na tarefa de ir as compras, aliás, é fundamental para toda a cultura de poupança. Entrar num supermercado sem um plano daquilo que precisa é meio caminho andado para gastar imenso dinheiro em coisas que não precisa e, provavelmente, vai-se esquecer de produtos essenciais que lhe vão fazer falta durante semana… resultando numa segunda ida ao supermercado.

Faça sempre uma lista de produtos que precisa e leve-a consigo: se por algum motivo se esquecer dela volte para a ir buscar, não arrisque. Os supermercados e hipermercados são desenhados e pensados para o fazer gastar o máximo dinheiro possível no menor tempo possível, e o comprador precisa de uma estratégia para combater este marketing agressivo das grandes empresas.

As compras é uma das tarefas mais importantes de perceber e controlar rigidamente porque representam uma fatia grande nas suas despesas. Para ajudar a poupar na alimentação uma técnica que eu descobri foi aproveitar as sobras de comida para fazer outra refeição. Existem receitas só com sobras de comida que ficam deliciosas e principalmente são ótimas no que toca a poupar dinheiro.

Vou deixar aqui alguma dicas que você pode seguir para poupar dinheiro na alimentação

Fazer uma Lista

Faça sempre uma lista dos produtos essenciais que precise. Eu pessoalmente sempre fiz esta lista mensalmente, no inicio de cada mês estimava o que iria precisar para a semana e trazia só aqueles produtos que estavam na lista. A ideia é impedir que vá mais do que uma vez ao supermercado, ou caso precisa-se de alguma coisa ir la só mesmo buscar esse produto. Quantos mais produtos precisamos mais tempo vamos passar no supermercado logo vamos passar mais secções e somos expostos a dezenas de produtos aliciantes, levando-nos a uma tentação enorme de comprar.

Planear o Orçamento

Quando realizar a sua lista veja quanto custa cada produto e faça uma estimativa de quanto vai gastar no total. Desloque-se aos estabelecimentos como o dinheiro que precisa, evite sempre entrar num estabelecimento com mais dinheiro do que o necessário.

Descontos/Promoções

Procure sempre descontos antes de ir as comprar. Va aos sites dos supermercados ou hipermercados que frequenta e veja onde estão os produtos mais baratos. Uma dica importante é mesmo estando em promoção nunca compre quantidades desnecessárias de produtos. Isto é aplicável principalmente a produtos alimentares e perecíveis.

Organize-se

Perca algumas horas se necessário na criação da sua lista e na procura de descontos. Quando for às compras vá com tempo suficiente para não andar a correr.

Nunca vá as compras com fome

Esta dica aprendi após anos e anos a desperdiçar dinheiro porque estava com fome. Pode parecer estranho, mas acredite em mim: faz uma diferença enorme. Quando estamos com fome e vamos às compras temos vontade de comprar tudo e não conseguimos resistir as tentações que os supermercados oferecem com as suas ofertas colocadas ao pormenor.

Refeições

Tente manter uma dieta com horários e variada. Sim isto ajuda na poupança e é saudável para si. Quando temos horários descontrolados temos tendência a fazer mais refeições ou comer mais do que o normal. Isto não é muito amigável para a sua carteira porque vai gastar mais por refeição do que tinha pensado. Quanto mais saudável for a sua dieta melhor para a sua carteira e para a sua saúde.

Não deite fora as sobras

Se sobrar comida não a deite fora. Aproveite e faça uma refeição para o dia seguinte a partir das sobras. Basta procurar na internet e encontra receitas com sobras de comida e vai ver que encontra coisas deliciosas e bastante praticas. Utilização da sobras são opimas para poupar dinheiro pois faz duas refeições pelo preço de uma.

Boas poupanças,
José Figueiredo

mm

José Figueiredo

O meu nome é José Figueiredo e sou um ávido apreciador de finanças e economias. Criei este blog com o intuito de partilhar as minhas ideias sobre os cuidados a ter com as contas da casa e temas relacionados: poupanças, investimentos, entre outros... Para saber mais sobre mim, consulte o meu perfil pessoal ou a minha lista de influências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *