Depósitos a prazo: investir ou não investir?

Era o ano de 2015 quando eu achava que tinha arranjado uma forma de investir o meu dinheiro de forma segura e rentável, sem ter grandes chatices e preocupações… Como dizem os ingleses, “boy, was I wrong!”. Estava bem enganado. E passo a explicar porquê…

O que é um depósito a prazo?

Perdoem-me a linguagem pouco técnica, mas acho que é importante ser pragmático para aqueles que menos percebem…

Os depósitos a prazo são depósitos de dinheiro em contas próprias nos bancos (chamadas, muitas vezes, as poupanças). São muitas vezes propostas pelos gestores de conta quando as contas a ordem começam a acumular valores superiores, por exemplo, a 5.000€. A premissa é sempre a mesma:

Porque não aplica esse dinheiro num depósito a prazo? Assim, pode ir buscar uma percentagem desse dinheiro ao fim do ano.

Na verdade, para os poucos conhecedores da realidade da banca (como eu), isto soa a uma boa opção. Ponho 5.000€ numa conta e fica lá durante um ano… Ao fim de um ano poderei ir buscar o dinheiro e ainda mais uma taxa. Mas não fiquem demasiado entusiasmados… Geralmente essa taxa não chega para tomar um café por dia no ano seguinte.

Para vos dar um exemplo, as taxas são geralmente inferiores a 1,5% (em 2017, todas as taxas são inferiores a 1,5% em depósitos a prazo), o que significa que:

Se investir 5.000€ em Julho de 2017, em Julho de 2017 terei na conta cerca de 5.055€.

Ok, é um ganho de 55€ (na melhor das hipóteses, à data de escrita deste post, o melhor depósito a prazo tem uma taxa líquida de 1,43%), mas será a melhor hipótese de investimento nos dias que correm? Ter o meu capital bloqueado durante um ano para um ganho líquido de 1,50% compensa-me?

O que considerar no depósito a prazo

Quando fiz o meu primeiro depósito a prazo (fiz um teste de 3 meses com uma taxa líquida na altura de 0,675% se não estou em erro), não considerei algumas variáveis, que acho importante considerar:

  • O dinheiro pode ser resgatado em qualquer altura?
  • O depósito a prazo pode ser reforçado?
  • Qual o mínimo e o máximo para a constituição do depósito?

É importante referir que o depósito a prazo é um produto bancário sem riscos. Mas o mais importante aqui a reter é: produto bancário. É uma forma de o banco ganhar dinheiro e não o investidor.

Caso possa mobilizar o dinheiro antes do final do produto, o banco não tem direito de aplicar taxas que diminuam o seu capital inicial. Caso não possa mobilizar o capital, o dinheiro terá de estar parado durante o tempo definido, sem o investidor ter qualquer acesso, seja em que situação fôr.

Além disso, o mais importante a considerar no depósito a prazo é:

  • TANB – a taxa que irá receber do seu investimento
  • Taxas bancárias associadas – o total a deduzir à TANB

Investir em depósitos a prazo?

Tudo depende do seu grau de aversão ao risco… independentemente do investimento realizado, lembre-se que o risco é nulo. Mas como consequência, também os ganhos são muito fracos. Cabe a si decidir como melhor aplicar o seu dinheiro, mas no futuro falarei mais sobre outros tipos de poupanças/investimentos que poderão ser mais interessantes para o investidor.

Bons investimentos!
José Figueiredo

mm

José Figueiredo

O meu nome é José Figueiredo e sou um ávido apreciador de finanças e economias. Criei este blog com o intuito de partilhar as minhas ideias sobre os cuidados a ter com as contas da casa e temas relacionados: poupanças, investimentos, entre outros... Para saber mais sobre mim, consulte o meu perfil pessoal ou a minha lista de influências.

2 pensamentos em “Depósitos a prazo: investir ou não investir?

  1. Mas então José… Investirias, agora, 3000€ num depósito a prazo com uma TANB de 2,55%, como me propuseram no banco?

    Não sei o que fazer… o que aconselhas?

    1. Olá André,

      Pessoalmente, arranjaria outra forma de aplicar os 3.000€. Não me indicaste o prazo do depósito, mas imaginando que é um ano, seria um ganho líquido à volta dos 30€. Será que compensa bloquear o dinheiro por um ano para ganhar 30€?

      Deixo à tua consideração… mas no futuro colocarei melhores hipóteses de investimento.

      Obrigado,
      José Figueiredo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *